TELEVENDAS
(11) 2203-2220

Tipos de extintores

Tipos de extintores

veja aqui todos os tipos de extintores

A capacidade de se propagar rapidamente é a característica principal dos incêndios e são diversos motivos que podem desencadear um. Por exemplo, acidentes domésticos, instalações elétricas inadequadas, líquidos inflamáveis expostos, convergência luminosa entre outros.

Sabendo que o fogo tem essa capacidade de se alastrar facilmente, principalmente se as construções não estiverem seguindo os padrões de segurança, é fundamental que o controle seja feito corretamente a fim de evitar maiores danos.

Por isso é importante conhecer os tipos de extintores que existem e saber qual deles deve ser usado em cada situação.
Quer entender melhor o assunto? Continue a leitura até o final.

Água (H20)

Com esse tipo de extintor, o fogo é controlado por resfriamento e o seu conteúdo é apenas água potável pressurizada.
Recomenda-se o uso desse extintor em incêndios da classe A (causados por materiais sólidos: papel, tecido, madeira, e algodão, por exemplo).

Gás Carbônico (CO2)

Esse tipo de extintor elimina o fogo por abafamento da chama e logo depois através do resfriamento.
É composto de dióxido de carbono e é apropriado para conter incêndios da classe B (causados por materiais líquidos, gases inflamáveis ou sólidos que se tornam líquidos) e Classe C (quando há equipamentos elétricos energizados, por exemplo, gerador, cabos de força e computadores) .

Pó Químico B/C

O fogo é extinto através de reações químicas. Esse extintor é utilizado em casos de incêndios considerados de classe A e C.

Pó Químico A/B/C

Com esse tipo de extintor, o fogo é controlado por meio de reações químicas e abafamentos. O uso dele é apropriado para incêndios das Classes A, B e C, ou seja, é utilizado para controlar incêndios de qualquer espécie, basicamente.

Espuma Mecânica

O fogo é extinto através de uma película que se forma sobre a chama, abafando e resfriando. O seu conteúdo é formado por água e uma substância que se parece com um detergente concentrado.
Ao entrar em contato com o ar, quando sai do extintor, ocorre um choque mecânico que produz uma espuma. O uso é apropriado para incêndios de classe A e B e é proibido para os de classe C.

Extintor classe D

Esse equipamento contém cloreto de sódio (NaCl) que leva o material ao resfriamento e extingue as chamas rapidamente.
O uso é apropriado para incêndios de classe D (causados por metais pirofóricos, que em partículas finas podem entrar em combustão rapidamente: zinco, titânio, urânio e lítio, por exemplo)

Extintor classe K

É encontrado normalmente em cozinhas industriais porque é indicado para combater incêndios da classe k ( que ocorrem com incidência de óleo de cozinha e gorduras).

Seu agente extintor é o acetato de potássio diluído em água. Ao reagir com gordura saturada, esse agente forma uma espuma que abafa as chamas e reduz os vapores.

Resumindo as Classes de Incêndios

Classe A: Sinalizado por um triângulo verde. Incêndios em sólidos (madeira, papel,borracha e plástico)

Classe B: Sinalizado por um quadrado vermelho. Incêndios em líquidos inflamáveis.

Classe C: Sinalizado por um círculo azul. Incêndios em equipamentos elétricos.

Classe D: Sinalizado por uma estrela amarela. Incêndios em metais pirofóricos (Pó de zinco, sódio, magnésio, alumínio)

Classe k: Sinalizado por um quadrado preto. Incêndios em óleos e gorduras. Utilizado em cozinhas industriais.

Como podemos ver existe um equipamento apropriado, com um agente extintor adequado para cada classe de incêndio.
Essas recomendações devem ser seguidas para evitar riscos nas edificações, danos às pessoas, e o alastramento do incêndio de forma incontrolável.

Sabendo da importância do uso correto dos extintores, você não acha que seria melhor se todos nós entendêssemos como utilizá-los?
Se você gostou dessas informações e acha que foi relevante conhecer um pouco mais sobre os tipos de extintores, compartilhe para que mais pessoas estejam seguras.