TELEVENDAS
(11) 2203-2220

Extintor de incêndio veicular

Extintor de incêndio veicular

Saiba tudo sobre Extintor de incêndio veicular

Extintor de incêndio veicular

Mesmo que em 2015 o CONTRAN, (Conselho Nacional de Trânsito), tenha removido a obrigatoriedade de se ter um extintor de incêndio veicular, será mesmo que você não deve ter um no seu carro?

Esse é o tema deste artigo, e, se você quer refletir sobre o extintor de incêndio veicular, é só continuar a leitura!

Encontre os melhores extintores

Extintor de incêndio veicular: Uma opção ou necessidade?

Os incêndios em veículos motorizados não são incomuns devido à complexidade dos sistemas elétricos e mecânicos dos veículos, sem mencionar o potencial de ignição de óleo ou combustível.

Algumas causas comuns de incêndios incluem:

  • falhas no projeto do automóvel, como problemas elétricos, vazamentos no tanque de combustível e baterias com defeito;
  • falhas elétricas ou mecânicas com a bateria do carro, problemas com bancos aquecidos, sistema de aquecimento ou acessórios de reposição; superaquecimento do motor;
  • vazamento de óleo do motor, líquido de arrefecimento ou transmissão, direção hidráulica ou fluido de freio.

Então, mesmo que não haja a obrigatoriedade de seu uso, ainda assim é ótimo ter um extintor para seu carro.

Órgãos ligados ao resgate, como os bombeiros, alegam que é de extrema importância possuir o equipamento, já que ele pode salvar vidas.

Contudo, em menos de 3% dos acidentes de trânsito o extintor é usado. Entretanto, no ano de 2018, houveram mais de 69 mil ocorrências em rodovias federais. Ou seja, cerca de 2 mil motoristas precisaram do equipamento.

Por que o extintor para veículos não é mais obrigatório?

O CONTRAN e outros órgãos que defendem a desobrigação afirmaram que os veículos novos possuem recursos inovadores para proteger seus ocupantes de situações de incêndio, como o corte automático de combustível.

Além disso, há a questão do despreparo dos motoristas ao utilizar o extintor para veículos, o que poderia ser perigoso também. Mas a discussão segue acalorada, com argumentos de ambos os lados.

Qual o prazo de validade do extintor para veículos?

Manter a atenção no prazo de validade do extintor é tão importante quanto manter a manutenção do veículo em dia.

O extintor ABC, que é o utilizado em carros desde 2009, possui validade de 5 anos, sendo importante trocar o equipamento caso seja utilizado.

Quando for comprar um, escolha um extintor leve, compacto e durável. Um cilindro pequeno e alongado é prático e pode ser facilmente armazenado.

Como e quando usar o extintor?

O recomendado é usar o extintor em pequenos focos de incêndio durante acidentes de trânsito. Não se deve usar o extintor em grandes incêndios, pois você estaria colocando a sua segurança em risco. Nesta situação, saia de perto do carro e vá para um lugar seguro.

Não abra o capô do carro se ele estiver pegando fogo, porque o oxigênio pode fazer as chamas aumentarem.

Os extintores devem ser montados, fáceis de localizar e receber manutenção regular

Em todos os tipos de veículos, extintores de incêndio devem estar prontamente disponíveis para uso.

O porta-malas de um carro, por exemplo, é um lugar inconveniente para se estar durante um incêndio. Além disso, os motoristas devem montar com segurança o (s) extintor (es) para evitar que deslize ou role – em um acidente, um extintor voador pode ser mortal.

Para usar o extintor de incêndio, basta remover o lacre de segurança e direcionar o bocal de saída do cilindro para as chamas.

Independentemente dos regulamentos, os operadores de todos os veículos motorizados se beneficiam dessa proteção durante uma emergência. Os extintores de incêndio para veículos devem ser duráveis, compactos, confiáveis ​​e ter a capacidade de apagar tipos específicos de incêndio comuns na estrada.

Tendo um no seu veículo, você só tem a ganhar em segurança para você e todos ao seu redor!